CERILUZ FECHA CICLO DE ENCONTROS COM ASSOCIADOS

10. Linha 26 Norte 3O encontro na comunidade de Linha 26 Norte, Ajuricaba, no último dia 12 de julho, marcou o encerramento do Projeto de Formação e Educação Cooperativista desenvolvido pela Ceriluz junto aos seus associados. Estes eventos têm o objetivo de levar capacitação para o quadro social em diversas áreas e informações sobre o processo gerencial das cooperativas de geração e distribuição de energia. Com o último encontro realizado totalizou-se dez eventos em toda a área de ação, beneficiando 1.055 associados, atingindo uma média superior a cem pessoas por encontro.

As atividades aconteceram em Alto da União, Ijuí (02.03); em Colônia das Almas, Catuípe (16.03); Rosário, Augusto Pestana (11.05); Colônia Santo Antônio, Ijuí (18.05); no Clube Ipiranga, em Coronel Barros (25.05); Pontão Santo Antônio, Catuípe (01.06); Timbozal, Nova Ramada (15.06); Ijuizinho, Augusto Pestana (22.06); Vila Mauá, Ijuí (29.06) e na Linha 26 Norte, Ajuricaba, finalizando assim os eventos.

Os encontros foram caracterizados por dois momentos distintos: o primeiro contava com a participação de diretores – inclusive do presidente Iloir de Pauli – e gerentes, que faziam um demonstrativo da situação econômica/financeira e investimentos realizados pelas cooperativas Ceriluz Geração e Ceriluz Distribuição. Em seguida era ministrada a palestra “Cooperativismo, Agronegócio e Desenvolvimento”, tema que foi tratado nas últimas edições pelo professor da Unijuí, Pedro Luís Büttenbender, que substituiu o professor Vitor Reisdorfer a partir do mês de maio, por razões de incompatibilidade nos horários deste com as datas de realização dos eventos.

O Projeto de Formação e Educação Cooperativista é realizado anualmente com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) e integra o Programa Além da Energia que completa dez anos em 2012 e que nos três primeiros anos era conhecido por Programa Qualidade de Vida. “O objetivo sempre foi envolver casais de associados em atividades que promovessem a busca por conhecimento sobre a cooperativa e também ações que possibilitassem a melhoria de vida das famílias atendidas pela Ceriluz”, explica o presidente Iloir de Pauli. Ele lembra que os encontros são apenas uma das ações do programa, que engloba ainda o plano de saúde, auxílio funeral, o seguro residencial e outras iniciativas que não seriam de responsabilidade da Ceriluz, mas que esta adotou, ultrapassando as fronteiras da geração e distribuição de energia, para ampliar seu papel social na comunidade onde atua.